Processos de Incubação e Aceleração

Todos os ambientes de inovação, seja incubadora, centro de inovação ou parque tecnológico possuem seus processos para utilizar nas empresas iniciantes de base tecnológica.

Nas incubadoras de empresas de base tecnológica geralmente recebem projetos em fase de ideação, ou seja, a pessoa chega apenas com uma ideia, e com a orientação do gestor da incubadora inicia sua pesquisas, estudos, desenvolvimento da solução, testes, melhorias até o lançamento da solução proposta.

Os processos aplicados pelo gestor devem conduzir o empreendedor a identificar diversos aspectos do projeto, como ainda está em fase de ideação o empreendedor deverá validar o problema, isso mesmo, a validação deve ocorrer com um público que foi identificado que tem o problema identificado pelo empreendedor, geralmente o problema existe sim, porém, é importante validar com uma amostragem satisfatória, cada projeto tem suas particularidades para descobrir a amostragem satisfatória.

Processos de Incubação e Aceleração
Validar o produto com público real é uma das melhores etapas para descobertas

Após, validar o problema, é o momento de validar a proposta de valor, geralmente a proposta de valor é validada com o mesmo público que validou o problema. Em seguida inicia-se o desenvolvimento do que é chamado de MVP (Minimum Viable Product) em português Produto Mínimo Viável, o próprio nome diz tudo, tem que fazer o mínimo necessário para validar e testar com o público alvo.

Com o Produto Mínimo Viável testado agora o empreendedor é conduzido para iniciar o desenvolvimento da solução, vejam, antes é importante deixar várias ações preparadas, algumas são, nome da solução, domínio (site disponível), marca, cores, comunicação em redes sociais, enfim, a solução poderá e deverá sofrer alterações para satisfazer o consumidor, cliente ou usuário.

Após ter tudo isso pronto, o empreendedor precisa atingir o mercado o mais rápido possível, para isso geralmente é preciso acelerar diversos processos para iniciar sua operação, assim, é necessário procurar outro tipo de ambiente de inovação que possa ajudá-lo. 

Outro ambiente de inovação que vem ajudando muito as startups são as Aceleradoras que aplicam diversas técnicas, ferramentas e métodos para fazer com que o empreendedor possa pisar no acelerador. Uma aceleradora aumenta de forma exponencial o network (rede de contatos) dos empreendedores, ajuda no desenvolvimento da tecnologia e na gestão da empresa.

Atualmente há diversas empresas que vem ajudando os empreendedores a acelerarem seus projetos, aplicando assim os processos de aceleração de forma gratuita para que elas possam ser os seus primeiros clientes.

Independente da fase em que se encontra a sua startup é importante saber que tudo depende mais do empreendedor do que do ambiente ou gestor.